Deus mora no Sol.

Dia 09 de Outubro de 2010

“O  inferno real é a vida que não deu certo.”

———————————————————

Pensei em fazer poema, mas não me veio inspiração.
Pensei em escrever uma canção, mas a melodia não chegou.
Pensei até que um livro resolveria…mas seria necessário mais que uma trilogia.

Quem disser que almas gêmeas são histórias belas para encantar corações, é triste a ponto de não saber o que é amor;

O amor não é necessariamente aquele presente entre homem e mulher, aquele que define relações carnais, aquele que garante a perpetuação da espécie.

Amor é tudo aquilo que permeia a existência humana. Sem amor não estaríamos por aqui. E, ainda assim, não sei bem o que é o amor. Só sei dizer que é algo maior que todos nós juntos e que, mesmo tão grande, alguns escolhidos conseguem ter dentro de si. É simplesmente a confusão que permite a harmonia no mundo, o equilíbrio entre todos os elementos. É o elo que mantém tudo junto, a pedra angular.

Muito tempo atrás discutira-se sobre o centro do universo. Uma teoria dizia sobre o geocentrismo, a qual dizia que a terra é o centro. Outra, que é a que está persistindo desde séculos, diz sobre o héliocentrismo, fala que o sol é o centro do universo.

Em uma aula de física, alguns dias atrás, o professor disse que é comprovado que existe um ponto de atração, ao redor do qual está tudo o que existe e que, coincidentemente, está muito perto ou no mesmo lugar do sol, comprovando o a teoria do héliocentrismo.

Entretanto tenho que fustigar essa teoria, para abrir caminho para a minha. Como disse mais acima, o amor é a pedra angular de tudo. Sendo este o sentimento mais forte conhecido em toda a história da existência humana, por que não ser este o centro do universo?  Até pode ser que ciência e sentimentos não ocupem o mesmo lugar. Sou uma pessoa bastante racional para acreditar nisso.

Acontece que sou mais humana e, ainda por cima, poetisa o bastante para acreditar que o amor é o centro do universo. Para acreditar que este ponto, sobre o qual o sol se encontra, é a origem e a concentração maior do amor, que de tão forte se apresenta fisicamente. E, para quem acredita na existência de Deus, não sendo particularmente meu caso, talvez seja este a verdadeira localização Dele.

————————

Dia 3 de Agosto de 2011

Resolvi publicar o último rascunho salvo no meu blog. Depois de tanto tempo sem sequer visitar minha conta, percebi que em um momento de inspiração consegui escrever coisas que até fazem sentido…

Infelizmente a minha inspiração acabou quando comecei a falar de Deus, este Ser ainda tão misterioso para nós, meros humanos.

Desde meus últimos posts, aconteceram muitas coisas, das quais ainda pretendo falar por aqui. Lembro de ter agradecido a quem ainda me visita, mesmo depois de tanto tempo sem postar. Reforço o agradecimento, pois ainda existem leitores persistentes.

Bem, logo precisarei atender um chamado veemente de minha presença. Isso explicarei em algum próximo post.

Beiojos de Bolo de Banana com Pistache,

Theo Casanova**

Anúncios