Memórias

Por muito tempo fiquei confusa com minha vida. Sobre o quão vazio era meu passado, a insignificância do presente e incerteza sobre o futuro. As coisas mudaram, gradualmente, e sempre houve alguém.

Pensei que não havia muita coisa que me esperasse…mas sempre me importei demais com os outros, com uma pessoa especialmente. Eu poderia simplesmente acabar com tudo, mas sempre tinha algo que me remetia a alguma sanidade que existia em mim. Esse algo sempre era alguém, podiam ser mais pessoas até.

Se me perguntassem, nesse tempo, e nem precisaria ser muito tempo atrás; se me perguntassem a coisa mais importante da minha vida…eu responderia, talvez até hesitaria um pouco diante da perspectiva da opinião alheia, que eram as pessoas…esta pessoa.

São apenas memórias, isto que vos digo neste momento. Não que não seja mais desta maneira, é que os tempos são outros. Talvez, ainda, seja desta maneira. Mas, quem sabe, eu não esteja distorcendo as coisas? Pode ser apenas exagero, não pode?

São apenas memórias, caro leitor, que resolvi dizer agora. Que em um momento nostálgico me surgiram. Que, enquanto me apareciam, doiam no peito, machucavam a alma. Precisava tirá-las daqui, para seguir em frente. Para tu, é apenas entretenimento.

——————

Anúncios

4 pensamentos sobre “Memórias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s