Que Tal…

 89872941

“Olhar fundo nos olhos. Perceber os sentimentos. Sentir a alma.Que tal olhar fundo em seus próprios olhos. É bom, se você tentar.

Ninguém, em qualquer lugar do mundo, é capaz de te conhecer melhor que você. Isso é fato.”

Podes até dizer que falo besteira, que não há nexo em minhas palavras. Mas é só pensar: nem sua mãe, ventre o qual te gerou, te conhece tão bem…mesmo que você more 50 anos na mesma casa, você nem sempre estará com ela. Ela precisará sair, ou você, irão para lugares diferentes durante o dia e se encontrarão em alguns ou muitos momentos, mas nunca estarão sempre juntos (tirando os 9 meses, claro).

Pensando na melhor amiga(ou amigo, mudem o gênero, quando for o caso…não gosto de fazer isso…¬¬’): apesar de serem quase irmãs gêmeas e viverem uma na casa da outra, em algum momento estarão separadas…Pensando em um namorado: ele vai, sim, te conhecer pra caramba, e mesmo que vivam na mesma casa e qua façam tudo juntos(também considerando um casamento – e a minha ignorância no assunto), vocês vão ter algum problema pessoal, por mais pequeno que seja.

Agora, costumo pensar que em nossa individualidade somos duas pessoas iguais em aparência, pensamentos (no meu caso, acho que existem muitas pessoas diferentes em mim), desejos e tudo mais. E, como em tudo há o equilíbrio, uma será o bem e a outra o mal (não que a pessoa seja ruim e pá, mas é para falar de equilíbrio…tipo:positivo e negativo…entenderam?! deixe pra lá!)

Pensando em você: sempre estará em você a capacidade de se conhecer, pois não é capaz de separar de si. Considerando a minha ideia absurda, maluca, ingênua de que somos dois em um: duas pessoas que vivem em um mesmo corpo, compartilham a mesma cama, os mesmo horários, problemas, angústias, felicidades, amigos, namorado e mãe…portanto, duas pessoas capazes de se refletirem, se ajudarem, resolverem os problemas e crescerem juntas, pois, no final de tudo, são a mesma pessoa.

Ok…não entendeu nada…não ligue. Ficou mesmo bem estranho. Deixa passar e aguarde pelo próximo post absurdo que farei.

Mas, deste aqui, fica uma dica: tente olhar, por quanto tempo achar necessário, no espelho. Olhe em seus olhos e procure. Faça mais de uma vez, se precisar. Busque por você. Se não achar, não procurou direito. Quem sabe, você pode se surpreender!

Beiojos de maça verde,

Theo Casanova**

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s